#relacoespublicas #rp #rpmoda #pr #publicrelations » Arquivos » Biblioteca Angel News

SAÚDE MASCULINA é o foco da SBU
25/02/10, 23:05

Por meio de diversas ferramentas educacionais, como um site, redes sociais, Tvs e rádios, a campanha convidará os homens a conhecerem mais sobre as doenças como a disfunção erétil, andropausa e doenças da próstata, que podem desencadear sérias doenças, prejudicando a saúde e qualidade da vida sexual.


A Campanha começa no dia 01 de março, com o filme publicitário na TV Aberta e a Cabo. Os programetes de rádio também irão ao ar durante a programação das rádios Band e Jovem Pan. Nas revistas semanais, a campanha poderá ser vista nas páginas da época, Veja e Istoé, além de inserções no Publimeto, sempre remetendo ao site da SBU,


www.sbu.org.br/movimento


, que traz informações completas sobre as doenças, a programação da caravana itinerante, dicas e testes de saúde e ainda, um blog que acompanhará em tempo real o projeto em todas as cidades.

A Caravana contará com uma carreta móvel com estrutura para consulta médica sobre diagnóstico, prevenção e acompanhamento das doenças ligadas à saúde masculina. Essa orientação, realizada por médicos urologistas e enfermeiros, proporcionará à população a oportunidade de conversar com profissionais com o objetivo de ter uma vida mais saudável.

A carreta partirá de São Paulo em 31 de março e visitará no total 21 cidades, entre 31 de março a 19 de agosto de 2010. O itinerário completo do Movimento pela Saúde Masculina será compreendido pelas cidades: São Paulo, Rio de Janeiro, Niterói, São Gonçalo, Vitória, Belo Horizonte,Salvador, Recife, Brasília, Goiania, Cuiabá, Campo Grande, Curitiba, Florianópolis,Porto Alegre, Ribeirão Preto, Campinas, São José dos Campos, Santos e São Bernardo.

Segundo o presidente da Sociedade Brasileira de Urologia, Dr. Modesto Jacobino,"a Campanha tem como principal foco mostrar que não existem motivos para os homens darem às costas para os problemas masculinos. A falta de ajuda médica pode prejudicar não só a própria saúde, mas as pessoas com quem convivem no dia-a-dia”.

Campanha Movimento pela Saúde Masculina

A programação completa da Caravana, com as datas e cidades, pode ser conferida por meio do site www.sbu.org/movimento

 

As doenças masculinas

Doenças da próstata, disfunção erétil e andropausa podem ser tratadas, possibilitando qualidade de vida e saúde a milhões de brasileiros

Segundo dados do Ministério da Saúde, a mulher brasileira vive, em média, de seis a sete anos a mais que o homem no Brasil. A taxa de mortalidade masculina é maior que a feminina em todos os grupos de idade e alguns fatores apontam para esta realidade.

Entre os inúmeros fatores externos (violência, acidentes e doenças diversas), está a falta de acompanhamento médico. O homem não vai regularmente ao médico, como as mulheres, que desde a primeira menstruação passam a consultar regularmente o ginecologista.

Os avanços da medicina e as melhorias nas condições gerais de vida da população acarretaram na elevação da expectativa de vida ao nascer, e segundo projeção do IBGE, o Brasil continuará galgando anos na vida média de sua população, alcançando, em 2050, o patamar de 81,29 anos.

Em 2008, o diferencial entre os sexos foi de 7,60 anos, cabendo ao sexo masculino uma esperança de vida ao nascer de 69,06 anos, e ao sexo feminino, 76,66 anos.

Independente do motivo, medo ou resistência, o homem não tem o hábito de ir regularmente ao médico, contribuindo para a redução de sua qualidade de vida e, colocando em risco, muitas vezes sua própria vida.

Culturalmente, em muitos Estados brasileiros, a educação ainda é recorrente ao fato de que o homem tem de ser forte, não pode chorar e tampouco precisa ir regularmente ao médico sem estar aparentemente doente. Tudo isso dificulta a prevenção de doenças, estimula a auto-medicação e a soluções caseiras que podem acelerar o desenvolvimento de doenças tratáveis.

Disfunção Erétil

A disfunção erétil, doença que se caracteriza pela dificuldade de ter ou manter uma ereção suficiente para uma relação sexual satisfatória (segundo a OMS - Organização Mundial da Saúde), atinge - em algum grau (leve, moderada ou severa) - cerca de 50% dos homens em todo o mundo. Desses, apenas 10% procuram algum tipo de tratamento.

Questões culturais e desinformação são os principais entraves para que os homens tenham vergonha de admitir que estejam passando por um problema ligado à virilidade, pois há uma conexão entre falhar na cama e no restante dos aspectos que compõem sua vida, como trabalho, relacionamento com os filhos, entre outros.

Entre os homens que apresentam dificuldades em sua vida sexual, as frustrações nos relacionamentos podem acarretar perda da auto-estima, comprometem a auto-imagem e podem precipitar um processo depressivo que acaba tendo conseqüências na produtividade do trabalho, no lazer, no relacionamento com a parceira, entre outras.

O que muitos homens desconhecem, é que a disfunção erétil não é apenas um indicativo de dificuldade sexual, mas muito mais abrangente, sinaliza algum problema de saúde geral, física e/ou psíquica.

Andropausa

Muitos já ouviram falar em andropausa e popularmente a classificam como a "menopausa masculina”, sugerindo uma semelhança com a menopausa feminina.

Contudo, a menopausa marca nitidamente o fim do ciclo reprodutivo nas mulheres, com falência ovariana (incapacidade de produzir óvulos).No homem, este processo não é universal.

Cansaço, distúrbios do sono, mudanças de humor, perda da força muscular e diminuição da libido são alguns dos sintomas do DAEM (Distúrbio Androgênico do Envelhecimento Masculino) queafeta de 10% a 30% dos homens acima de 60 anos e se caracteriza pela redução das taxas de testosterona no organismo masculino.

Ao contrário das mulheres, a produção dos hormônios sexuais não é interrompida completamente e de forma abrupta no homem, mas ocorre uma queda gradativa dos níveis de testosterona no organismo. Estudos mostram que os homens com baixos níveis hormonais têm mais chance de desenvolver osteoporose, problemas cardiovasculares, síndrome metabólica, disfunção erétil e outras doenças.

Os sintomas do DAEM são percebidos em menor ou maior grau, dependendo de cada pessoa. Eles afetam a qualidade de vida e o bem-estar do homem, por exemplo, diminuindo a capacidade produtiva do indivíduo e causando impacto nas relações interpessoais. Mas existe tratamento e ele melhora os sintomas e a qualidade de vida.

Doenças da Próstata

A próstata é uma glândula do sistema reprodutor masculino responsável pela produção do sêmen ou esperma, que auxilia os espermatozóides a se deslocarem.

Qualquer anomalia no tamanho, forma e funcionamento das funções da próstata, devem ser cuidadosamente avaliadas.

A Hiperplasia Prostática Benigna (HPB) é uma doença que se caracteriza pelo aumento do tamanho da próstata. Este aumento está relacionado à idade, aumentando as possibilidades de desenvolver a doença de acordo com a evolução da idade.

À medida que o volume aumenta, a doença se torna crônica, dificultando o ato de urinar. A doença sem o diagnóstico e tratamento corretos pode implicar em complicações, como distensão da parede da bexiga, retenção urinária, infecções e, nos casos mais extremos, disfunção renal.

O câncer de próstata, por sua vez, é um dos tumores mais freqüentes entre os homens a partir dos 50 anos.

Esse tipo de câncer, em sua fase inicial, tem uma evolução silenciosa. Ou seja, inúmeros pacientes não apresentam nenhum sintoma ou, quando apresentam, são semelhantes ao crescimento benigno da próstata, a Hiperplasia Prostática Benigna (dificuldade miccional, freqüência urinária aumentada durante o dia ou à noite).

Visitas periódicas e exames de rotina são as maneiras mais eficazes para a detecção de qualquer câncer em fase inicial, tornando o tratamento mais eficaz.

Ajuda Médica

A orientação médica é insubstituível, por isso é importante que os homens procurem ajuda de um urologista. A Sociedade Brasileira de Urologia possui em seu site um sistema de busca de médicos por nome, Estado ou cidade, que facilita a procura de um especialista no assunto:

 

www.sbu.org.

 

Fonte FSB Comunicações

 

 

Categoria: Biblioteca Angel News | Adicionado por : netoangel | Tags: campanha, A iniciativa da Sociedade Brasileir, www.sbu.org.br/movimento
Visualizações: 1859 | Downloads: 0 | Comentários: 1 | Ranking: 5.0/3
Total de comentários: 1
avatar
0
1 erivelto altamirano tanganelli • 20:57, 01/07/10
gostaria de participar de um programa para tratamento de uma disfunção erétil, como devo proceder.
sds.
erivelto
ComForm">
avatar
tweet wall for events

Relações Públicas Internacionais em Moda e Marketing de Guerrilha

https://mts0.google.com/vt/data=dNIm6hApM8tCvyLTqINlPVCpSbU-sd8deZHrlf-oLjKXL-nOhDAOwlOQj7e4Syd7GeJdOW6ZhDVVrZ_Du9OEqs84cPRRXw2TmL_luQc


Neto Angel - Relações Públicas I Digital Fashion Specialist 
tel: +55(11) 98459.5896 São Paulo - Capital
//angelnews.at.ua/relacoes_publicas_digitais.pdf
SEO-PING
Agência Digital de Relações Públicas & Marketing Digitais by Angel News