#relacoespublicas #rp #rpmoda #pr #publicrelations » Arquivos » Biblioteca Angel News

Fusões na indústria brasileira toma novos rumos
18/02/10, 13:46

O setor industrial brasileiro está mais cauteloso em razão da crise mundial e está revendo seus planos de aquisição de empresas, segundo mostra o estudo International Business Report (IBR), feito pela Grant Thornton International, representada no Brasil pela Terco Grant Thornton. De acordo com a pesquisa, em 2009 57% das indústrias privadas de capital fechado ouvidas - cem em São Paulo, 25 no Rio de Janeiro e 25 em Salvador - afirmavam que pretendiam crescer nos próximos três anos por meio de aquisições. Em 2010, esse percentual baixou para 30%. O IBR foi realizando no final do ano passado e ouviu mais de 7.200 empresas de 36 economias.

Isso não significa, no entanto, que as fusões e aquisições estejam em baixa no país. "O setor de serviços, que engloba, entre outros, varejo, saúde, educação e logística, é quem está fazendo essas operações agora", explica Rogério Villa, sócio da Terco Grant Thornton responsável pelas operações de fusões e aquisições. "A indústria sempre demora um pouco mais para realizar este tipo de negócio, pois exige muito mais investimentos", diz. De acordo com Villa, em 2008, quando a economia estava crescendo em todo o mundo, a Terco Grant Thornton participou de 200 processos de avaliação de empresas para fins de fusão e aquisição. Em 2009, foram 120, apesar da crise. Em 2010, em janeiro foram 19 trabalhos e, em fevereiro, este número já deve crescer. "Neste ritmo, voltaremos ao patamar de 2008", acredita o executivo.


Para Villa, estas transações vêm ocorrendo porque os empresários, em especial os do setor de serviços, estão vislumbrando melhorias na economia e antevendo chances de crescimento nos próximos anos.

Não foram apenas as operações no Brasil que foram afetadas. A pesquisa da Grant Thornton International mostra que, mundialmente, a intenção de fazer fusões e aquisições baixou de 37%, em 2009, para 26% este ano. De acordo com Mike Hughes, líder global de fusões e aquisições da Grant Thornton International, para as empresas que têm recursos este é um bom momento para aquisições. "A combinação de uma economia global mais estável e de empresas com avaliações relativamente mais baixas, deixam as oportunidades de aquisição nem mais interessantes", afirma.
 
Sobre a Terco Grant Thornton


Há 28 anos no Brasil, a Terco Grant Thornton é a 5ª maior empresa de auditoria e consultoria do país. Conta com mais de 680 profissionais e possui 1.400 clientes ativos. Em 2009, registrou um crescimento de 12% em seu faturamento em relação ao ano anterior. Com sede em São Paulo, possui escritórios no Rio, em Salvador, Goiânia e Belo Horizonte.

A Terco Grant Thornton é uma firma membro da rede Grant Thornton International Ltd (Grant Thornton International). A Grant Thornton International e suas firmas membro não constituem uma única firma global. Cada firma membro presta seus serviços de forma juridicamente independente.

Considerada uma das maiores organizações de auditoria e consultoria do mundo, a GTI tem 30 mil profissionais, espalhados em 500 escritórios em mais de cem países e registrou faturamento global de US$ 3,6 bilhões em 2009.


Fonte Ketchum Estratégia

Categoria: Biblioteca Angel News | Adicionado por : netoangel | Tags: Brasil, empresas, a Terco Grant Thornton, fusões, indústrias, IBR
Visualizações: 558 | Downloads: 0 | Ranking: 0.0/0
Total de comentários: 0
ComForm">
avatar
tweet wall for events

Relações Públicas Internacionais em Moda e Marketing de Guerrilha

https://mts0.google.com/vt/data=dNIm6hApM8tCvyLTqINlPVCpSbU-sd8deZHrlf-oLjKXL-nOhDAOwlOQj7e4Syd7GeJdOW6ZhDVVrZ_Du9OEqs84cPRRXw2TmL_luQc


Neto Angel - Relações Públicas I Digital Fashion Specialist 
tel: +55(11) 98459.5896 São Paulo - Capital
//angelnews.at.ua/relacoes_publicas_digitais.pdf
SEO-PING
Agência Digital de Relações Públicas & Marketing Digitais by Angel News