#relacoespublicas #rp #rpmoda #pr #publicrelations » Agência de Marketing Digital » Extra, extra

A mulher e seu cabelo
04/11/09, 08:37

A mulher e seu cabelo

 

O cabelo é um símbolo de beleza, de transformação, um artifício de beleza e sensualidade, que delineia sua própria identidade pessoal. A mulher que tem um cabelo bonito faz mais sucesso, é mais atraente.

 

A importância do cabelo para a mulher baseia-se na percepção de que “o cabelo é a moldura do rosto”, “é o seu cartão de visita”. Isso reflete diretamente na auto-estima feminina.

 

Há casos em que a alteração na condição de vida da pessoa é sinalizada através de uma modificação no cabelo. Ao mexer no cabelo, o sentimento é o de estar “virando a página” dessa situação de vida passada.

 

Num plano mais emocional, pode-se dizer que o cabelo é visto como uma arma de sedução feminina tanto para atrair e agradar ao sexo oposto como para fortalecer a consumidora na competitividade feminina com outras mulheres. Em função disso, manter o cabelo bem cuidado e bonito é perseguir o ideal de beleza e sedução feminina.

 

Para provocar essa mudança e conseguir um cabelo bonito, a tintura é o instrumento mais utilizado pelas mulheres. A certeza de poder voltar atrás, caso não se obtenha o efeito desejado, de certa forma tranqüiliza a mulher motivando-a a experimentar a mudança. Ao contrário do que acontece com a tintura, um corte de cabelo mal sucedido não é tão facilmente reversível.

 

O PODER DAS LOURAS


 O cabelo comprido está diretamente associado à sensualidade. O corte curto é mais prático, mas está menos associado ao ideal de beleza. A mulher de cabelo longo e louro é diretamente associada à mulher feminina e apaixonada. Ao contrário, a mulher de cabelo curtos e escuros é ligada a uma imagem de dominadora, segura e independente.

 

Entretanto, muito poucas mulheres são naturalmente louras. Ao longo da história, o louro sempre foi visto como a cor de cabelo mais feminina. Louro é a cor que traduz o poder da sedução, da tentação, do erotismo e da sensualidade. Estrelas e sexy symbols como Marilyn Monroe, Kim Basinger, Sharon Stone e Madonna perpetuam o mito das louras. E, com a facilidade dos novos tempos, não é preciso ser uma estrela de cinema para ser loura.

 

O PODER DAS RUIVAS


Babilônios já tingiam os cabelos com Henna, há mais de 2.000 anos. Os homens aderiam, deixando barba e cabelo com tons acobreados. As Egípcias procuravam clarear os cabelos com Henna, deixando-os avermelhados e diferentes. Até hoje a mulher indiana e a paquistanesa, com cabelos originalmente negros, adoram os toques ruivos que a Henna lhes dá aos cabelos. Elas se sentem mais sofisticadas, com um toque de leveza no semblante porque seus cabelos deixam de ser negro-Graúna para se transformar em castanho-avermelhado, que combina de modo perfeito com o tom dourado-bronze de suas peles.

 

As mulheres vikings com vastas cabeleiras ruivas eram muito desejadas pelos homens da Europa. E uma famosa ruiva bretã, Lady Godiva, entrou para a história, quando atravessou a aldeia, nua, no dorso de um cavalo, coberta apenas por sua vasta cabeleira de fogo, em plena Idade Média. Irlandesas ficaram famosas pelos cabelos vermelhos e os olhos verdes e sempre foram consideradas "diferentes", "exóticas", "raras"...

 

O cinema escondia, no preto e branco, ruivos e maravilhosos cabelos, pois eles fotografavam quase negros, mas com o Technicolor, as ruivas saíram da penumbra e muitas atrizes, como Eleanor Parker, Arlene Dahl, Deborah Kerr, Maureen O'Hara, se tornaram modelos de beleza ao exibirem cabelos vermelhos, naturais ou não, nos filmes.

 

O cabelo ruivo não é para qualquer mulher. Ele reflete coragem e audácia e foge completamente do esquema padrão - morena ou loura... As Ruivas exercem um fascínio especial, são diferentes e, por isso mesmo, chamam atenção. Em um mundo dividido entre louras e morenas, a ruiva tem um lugar bastante especial. Uma ruiva está sempre no foco pela cor flamejante dos cabelos e, hoje em dia, ser audaciosa e diferente é garantia de sucesso. No passado, os estilistas evitavam colocar ruivas em seus desfiles de moda com medo de perder o brilho de suas criações, ofuscadas por uma mulher de cabelos de fogo. Hoje em dia, Viviane Westwood, a famosa estilista britânica, naturalmente ruiva, coloca e enfatiza as ruivas na passarela.

 

O PODER DAS MORENAS


A invasão latina, Jennifer Lopez e Penélope Cruz, seguiu-se o ataque combinado da Grã-Bretanha - Catherine Zeta-Jones e Liz Hurley. O resultado foi um só: Hollywood sucumbiu à estética dos cabelos castanhos, profundos, escuros, longe das etéreas ninfas douradas que entronizaram o glamour da terra do cinema. Mudaram os tempos, os cabelos escuros ganharam tonalidades mais quentes, reflexos dourados e acobreados que dão o toque de sensualidade à mulher romântica e feminina, que “passa calor mas que possui personalidade discreta”. Gosta da sua privacidade e sua auto estima vem em primeiro lugar. Em geral são independentes e hedonistas

 


O cabelo foi e continuará ser um destaque em mudanças na vida das mulheres sempre e até dos homens. Basta apenas o corte certo, produto de alta qualidade e um bom espelho.

By Neto Angel


Fonte Ketchum

 

Adicionado por : netoangel | | Tags: Koleston, morena, ruiva, cores, cabelos, loira, Corte, pintura, tinta
Visualizações: 976 | Ranking: 0.0/0
Total de comentários: 0
ComForm">
avatar
tweet wall for events

Relações Públicas Internacionais em Moda e Marketing de Guerrilha

https://mts0.google.com/vt/data=dNIm6hApM8tCvyLTqINlPVCpSbU-sd8deZHrlf-oLjKXL-nOhDAOwlOQj7e4Syd7GeJdOW6ZhDVVrZ_Du9OEqs84cPRRXw2TmL_luQc


Neto Angel - Relações Públicas I Digital Fashion Specialist 
tel: +55(11) 98459.5896 São Paulo - Capital
//angelnews.at.ua/relacoes_publicas_digitais.pdf
SEO-PING
Agência Digital de Relações Públicas & Marketing Digitais by Angel News